A Ubisoft já confirmou que Far Cry 6 será lançado em sete de outubro para PS5, Xbox Series, PS4, Xbox One e PC. Enquanto o jogo novo não chega, que tal olharmos para o histórico da franquia, que se tornou uma das mais conhecidas desde o surgimento da empresa?

Abaixo, o The Enemy ranqueou todos os onze jogos de Far Cry (não consideramos a coletânea Far Cry Instincts: Predator) do pior ao melhor, de acordo com as notas deles no Metacritic (agregador de análises que gera uma média com base nas avaliações de veículos de diferentes países).

Nos casos de empate, a preferência ficou para os jogos com mais avaliações publicadas. Afinal, se mesmo com mais análises a média se manteve igualmente boa a de um outro game, é sinal de que pode ter existido um reconhecimento maior da qualidade dele.

Far Cry Vengeance | Nota: 38

Protagonista foge pela selva.

Elogiado pelos controles e criticado pelo visual, além da inteligência artificial não tão inteligente assim, Far Cry Vengeance é o jogo mais mal avaliado na história da franquia. Lançado para Wii em 2006, o game não costuma ser muito lembrado pelos fãs — e não parece difícil ententer o porquê.

Far Cry New Dawn | Nota: 75

Há duas protagonistas em Far Cry New Dawn.

No nosso review, demos três estrelas para Far Cry New Dawn, que acabou não se mostrando uma experiência tão gratificante e livre quanto o jogo anterior, Far Cry 5. Far Cry New Dawn foi lançado em 2019 para PS4, Xbox One e PC.

Far Cry Primal | Nota: 77

Animais também ajudam o jogador em Far Cry Primal.

Tanto a crítica internacional quanto o The Enemy destacam a elegância conceitual de Far Cry Primal, embora essa característica não seja o bastante para garantir o sucesso de um jogo. Muito pelo contrário. De forma geral, o consenso a respeito do jogo de 2016 parece ser de que é apenas mais do mesmo em relação a Far Cry 4.

Far Cry Instincts Evolution | Nota: 78

Far Cry Instincts Evolution saiu em 2006 para o Xbox original.

A princípio, Evolution é uma expansão de Far Cry Instincts. Contudo, a quantidade de conteúdo adicionada é suficiente para que o produto seja tratado como uma obra em si. Lançado para o primeiro Xbox em 2006, o jogo alcançou relativo sucesso entre os críticos, mas não necessariamente está entre os mais populares. O ponto mais exaltado do jogo, sem dúvida alguma, foi o multiplayer, que deu uma sobrevida à experiência após a conclusão da campanha.

Far Cry 3: Blood Dragon | Nota: 82

Far Cry 3: Blood Dragon reaproveita mecânicas do 3.

Com o retorno de muitas mecânicas de Far Cry 3, Blood Dragon é um spinoff com aproximadamente oito horas de conteúdo e uma ilha explorável. Lançado em 2013 para PS3, Xbox 360 e PC, o jogo foi elogiado pelas inovações que trouxe à fórmula de Far Cry, que já naquela época era acusado de repetir algumas ideias com certa frequência.

Far Cry 5 | Nota: 82

Far Cry 5 não é tão bom quanto poderia ser.

O review de Far Cry 5 do The Enemy começa com a frase "Ubisoft usa temas polêmicos para criar um mundo aberto que não tem muito a dizer." Apesar da narrativa não alcançar todo o potencial que possui, ainda foi o bastante para que muitos jogadores se mantivessem engajados. Ao mesmo tempo, em termos de mecânica, não foram tantos os avanços do jogo de 2018 em comparação com Far Cry 4.

Far Cry 2 | Nota: 85

Far Cry 2 está disponível no Steam.

O segundo Far Cry não causou um impacto tão positivo quanto o primeiro, mas ainda recebeu elogios vindos de todas as partes do mundo por como torna a experiência de tiro em primeira pessoa diferente do que era oferecido em tantos outros jogos do gênero. Lançado em 2008, o título antecedeu aquele que viria a ser o game mais importante na história da série.

Far Cry Instincts | Nota: 85

Far Cry Instincts foi sucedido por Evolution e Predator.

Com mais modos multiplayer e armas inéditas, Instincts é um remake da versão original do primeiro Far Cry lançada para PC. Mais linear do que o jogo que adapta, Far Cry Instincts ainda era algo espetacular para um console na época em que foi lançado. O jogo chegou ao Xbox original em 2005.

Far Cry 4 | Nota: 85

Far Cry 4 foi um sucessor digno do 3.

Elogiado pela evolução que representou em relação a Far Cry 3 nos aspectos técnicos, Far Cry 4, lançado em 2014, voltou a apostar em um vilão carismático e um mundo aberto impressionante para conquistar os jogadores. No review do The Enemy, consta: "Ubisoft entrega tudo igual em novo título de Far Cry, inclusive a diversão."

Far Cry | Nota: 89

Far Cry 1 foi revolucionário.

O primeiro Far Cry foi um verdadeiro choque, no melhor sentido possível, para fãs dos jogos de tiro em primeira pessoa. Em 2004, quando foi lançado, o visual e a física foram os principais pontos elogiados pela crítica. Não à toa, o jogo acabou dando origem a uma franquia que está entre as mais importantes da Ubisoft na atualidade.

Far Cry 3 | Nota: 91

Far Cry 3 apareceria em primeiro, é óbvio.

Era óbvio que Far Cry 3 apareceria em primeiro lugar. Afinal, estamos falando do jogo que elevou a fórmula de Far Cry ao máximo em termos de diversão. Seja pelas mecânicas de tiro, pela caracterização do mundo aberto, pelo inesquecível Vaas; o terceiro game numerado da série foi um fenômeno desde o lançamento, em 2012. Qualquer pessoa que jogou entendeu o motivo.