Em entrevista com site espanhol ArenaJugones (via VG247), o diretor de quests de Cyberpunk 2077, Mateusz Tomaszkiewicz, revelou que o jogo já evoluiu significativamente desde a premiada demo exibida na E3 2018.

"Estamos polindo tudo e pensando constantemente em como fazer deste jogo mais interessante, como deixar o gameplay mais legal e, bem, o que vimos ano passado era basicamente um pequeno fragmento do game", explicou. "Não se havia uma imagem clara de como ele se encaixava em um mundo aberto ou em uma imagem maior de si mesmo."

"Então, há evidentemente muitas coisas que não mostramos ainda, coisas em que ainda estamos trabalhando, mas diria que o jogo está muito diferente do que foi visto no gameplay, mas como disse: ainda há detalhes nos quais estamos trabalhando."

Tomaszkiewicz também revelou que suas maiores influências para o desenvolvimento do jogo foram Deus Ex e Vampire: The Masquerade - Bloodlines, além da série The Elder Scrolls.

"Da minha parte, pessoalmente, Vampire Bloodlines, não sei se já ouviu falar", disse. "Em termos de que é um RPG em primeira pessoa e na forma sua não-linearidade está elaborada no gameplay e diálogo, então este logicamente está lá."

"Depois disso está The Elder Scrolls, mas é mais difícil compará-los já que o último é um jogo de fantasia", continuou. "E também diria que a franquia Deux Ex, principalmente o Deus Ex original. Este teve um grande impacto para mim como desenvolvedor e jogador quando o joguei pela primeira vez, muito anos atrás. O que realmente me agradou naquele jogo era completar as missões de maneiras diferentes."

"Definitivamente, tanto Vampire Bloodlines como Deus Ex são minhas maiores inspirações", completou.

Mais de Cyberpunk 2077 deverá ser visto na E3 2019.

  • Publicadora

    CD Projekt

  • Desenvolvedora

    CD Projekt RED

  • Gênero

    RPG