O Nintendo Switch tem se provado uma excelente plataforma para dar uma nova chance a títulos incríveis e subestimados no Wii U.

Foi assim com Donkey Kong Country Tropical Freeze e Hyrule Warriors e volta a acontecer com Captain Toad: Treasure Tracker.

Inspirado em um minigame de Super Mario 3D World, o game de 2014 trouxe quebra-cabeças desafiantes e visual encantador em uma épica jornada estrelada por Captain Toad - que, além do Switch, desembarca também no portátil 3DS.

De cara, essas novas edições se beneficiam do aspecto portátil das plataformas. Treasure Tracker traz fases curtas, perfeitas para rápidas sessões de jogo, além de um visual fofinho e colorido que lembra dioramas e ganha ainda mais charme nas pequenas telas.

A rigor, conteúdo e experiência são os mesmos da edição original. O intrépido Captain Toad é incapaz de pular (provavelmente por causa do peso da mochila de explorador) e deve atravessar fases enquanto coleta tesouros e enfrenta inimigos, até alcançar uma grande estrela no final.

Dentre ajustes nos controles agora não é mais obrigatório controlar a câmera por sensores de movimento, não há mais interações com o microfone (o game original pedia para assoprar para interagir com partes do cenário) e há também opção de uma segunda pessoa participar, comandando uma mira pela tela - uma adição, infelizmente, muito rasa e sem grande impacto na brincadeira.

Em relação ao conteúdo em si, há novas fases baseadas em mundos de Super Mario Odyssey, mas isso veio ao custo dos níveis que eram inspirados em Super Mario 3D World. Por que não manter as fases antigas?

Por fim, enquanto o Switch brilha com gráficos coloridos e cristalinos, como já acontecia no Wii U, a edição de 3DS traz um downgrade perceptível, mas que é compensado pelo excelente uso do efeito tridimensional do videogame. Os cenários miniatura de Treasure Tracker ganham vida nova e, quem diria, tal como acontece em Mario 3D Land o efeito é realmente útil ao explorar as fases.

Quem já se aventurou ao lado de Captain Toad no Wii U dificilmente verá motivos para encarar um segundo round nestas novas versões. Porém, quem não jogou e busca algum game de quebra-cabeça bonito e divertido vai encontrar um prato cheio em Treasure Tracker, seja no Switch ou no 3DS. A versão de Switch pode ser adquirida pela Loja Nintendo, site oficial da empresa para venda de jogos digitais do aparelho. Já a edição de 3DS está disponível pela loja virtual eShop, disponível diretamente no portátil.

extras/capas/capture_006_20102018_171704.jpg
Captain Toad: Treasure Tracker
Nota do crítico