Registros indicam que em breve veremos uma versão miniatura do Nintendo 64, seguindo os passos (e sucesso) do NES e Super Nintendo.

Caso isso aconteça mesmo, claro que esperamos ver clássicos do aparelho, como Super Mario 64, Legend of Zelda: Ocarina of Time, StarFox 64 e tantos outros.

Ainda assim, a biblioteca do aparelho conta com outros títulos interessantes que não são tão conhecidos. Ficam aí de sugestão para uma eventual versão mini do aparelho - ou para você correr atrás do cartucho e jogar em um N64 de verdade.

Castlevania: Legacy of Darkness

O primeiro Castlevania do N64 foi um verdadeiro desastre e uma estreia tenebrosa para a série no universo 3D. Ao menos, a versão atualizada do jogo se prestou a corrigir muitos dos erros e adicionar uma boa dose de conteúdo extra, que deixou gosto menos amargo na boca. Vale pela curiosidade.

Hybrid Heaven

Em um catálogo com tão poucos RPGs, Hybrid Heaven apareceu como inusitada aposta da Konami, misturando aventura com lutas por turno. A trama é maluca e gira em torno de alienígenas tentando dominar a Terra usando clones de humanos e o jogo traz até um modo versus multiplayer.

Magical Tetris Challenge

Apesar do suporte intenso ao Super Nintendo, a Capcom não apareceu muito no 64-bits da Big N. Trouxe uma excelente versão de Resident Evil 2, é verdade, mas lançou também este simpático jogo de Tetris, estrelado pela turma do Mickey Mouse e repleto de modos de partida diferentes.

Mischief Makers

Uma verdadeira joia da biblioteca da Treasure, estúdio de Gunstar Heroes, Ikaruga e tantos outros clássicos. O jogo traz gráficos coloridos, ação intensa e uma simpática heroína robótica que ataca os inimigos chacoalhando eles pra todos os lados!

Mission: Impossible

Enquanto GoldenEye 007 trouxe leves elementos de stealth e espionagem a um game de tiro, Mission: Impossible se manteve mais fiel ao material original, prezando pelo silêncio e discrição acima de tudo. O game trazia também uma série de bugigangas diferentes para usar e permitia até criar disfarces - ah, e claro, recriou aquela cena do 'rapel com laser'.

Ogre Battle 64

Comentei por aqui que a biblioteca de RPGs do Nintendo 64 era carente, imagine então quando o assunto era RPG de estratégia, um gênero não tão popular nos consoles. Felizmente, o videogame teve um representante da tradicional série Ogre, com gráficos avançados para a época e dificuldade equilibrada.

Pokémon Snap

Um dos títulos mais originais (e subestimados) da franquia, Snap coloca você na pele de um fotógrafo participando de safaris pelo universo da série e tirando fotos de monstrinhos. Por meio de frutas e outros itens era possível interagir com os Pokémon e conseguir fotos ainda mais fofas e inusitadas.

Sin & Punishment

Um dos títulos mais originais do videogame, Sin & Punishment é mais uma pérola da Treasure e teve o cartucho lançado apenas no Japão. Ação intensa e muitos tiros na tela marcam este jogo de ação sob trilhos, à la StarFox. Foi lançado no ocidente só em 2007, no Virtual Console do Wii, e ganhou uma continuação em 2009.

Space Station Silicon Valley

Um dos games de aventura 3D mais criativos da plataforma (e olha que o N64 teve muitos cartuchos nesse estilo). O jogador controla um pequeno microchip capaz de assumir o controle de outras criaturas, cada uma com habilidades especiais, e assim explorar a estação espacial Silicon Valley. Curiosidade: o jogo foi desenvolvido pela DMA Design, estúdio que anos depois virou... a Rockstar North, responsável pela série GTA!

WinBack

Na falta de Metal Gear Solid, o N64 ganhou este curioso título da Omega Force. Winback é um jogo de ação e espionagem nos moldes da série da Konami, mas apresentou uma mecânica pra lá de inovadora: um sistema de cobertura, encostando em paredes e outras superfícies, que acabou inspirando o próprio Metal Gear, Gears of War e tantos outros jogos.