A cena é tão clássica que mal precisa de descrição: você lidera uma corrida em Mario Kart, até que um casco azul emerge das profundezas do último lugar... para te detonar e fazê-lo perder a corrida a poucos metros da linha de chegada. Kosuke Yabuki, diretor de Mario Kart 7 Mario Kart 8, deu a melhor resposta possível para defender o famigerado item: ele serve para nos lembrar de que a vida nem sempre é justa.

"Você sabe, às vezes a vida não é justa. Às vezes tem algo que você sente que não está certo, e isso é frustrante", afirmou Yabuki em uma entrevista ao Eurogamer. Na conversa, o desenvolvedor também falou sobre as questões técnicas por trás do item, que existe na franquia desde Mario Kart 64 (1996).

"Algo que sempre considero é o elemento humano da experiëncia de jogar. Então, jogando Mario Kart, por exemplo, se há algo que faz o jogo parecer injusto ou te deixa frustrado, ou nervoso... Todos tem reações diferentes nesse sentido. O que você acha injusto pode ser diferente para outra pessoa. Tentamos evitar o sentimento de frustração o máximo possível", explica.

Você sabe, às vezes a vida não é justa - Kosuke Yabuki, diretor de Mario Kart 7 e Mario Kart 8

Perguntado se a Big N já considerou remover o casco azul, Yabuki respondeu que sim, mas argumentou a favor do item. "Sempre estamos experimentamos com o que pode entrar no jogo e o que pode sair, e tentamos ver um jogo sem o casco azul. Mas, toda vez que tentamos, parece que tem algo faltando. Como se não tivesse o suficiente no jogo. E por isso, mantivemos (o caso azul) por ora." 

O game mais recente da franquia é Mario Kart 8, que saiu em 2014 e ganhou uma ótima atualização no Nintendo Switch - independentemente de termos nossa vitória negada por um casco azul.