Essa quinta feira, dia 1 de outubro, foi o primeiro dia da fase de grupos do Campeonato Mundial de League of Legends. O começo da competição contou com seis partidas entre os times dos grupos A, B e C.

None

paiN Gaming perdeu o jogo contra os sul-coreanos KOO Tigers. Depois dessa derrota, os brasileiros jogarão contra a Counter Logic Gaming nesta sexta (2) às 16 horas, no horário de Brasília.

Apesar do resultado negativo, Gabriel "Kami" Bohm deu declarações positivas:"Planejamos e conseguimos executar bem, não foi de todo ruim, a gente se planejando consegue criar vantagem e não pode deixar [essa] vantagem sair da nossa mão. Estamos jogando cada jogo com a importância de uma final". Deixando uma mensagem para os fãs, ele finalizou "Obrigado por estarem com a gente, prometemos não decepcionar vocês. Estamos juntos!"

Saiba como foi o jogo:

A Pain chegou agressiva e no segundo minuto de jogo já cravou a primeira morte e depois logo mais outro abate, saindo com uma ligeira vantagem, focando em roubar a selva e abrindo caminho para primeira torre. Já a Koo Tigers mostrou a experiência coreana com pings precisos mesmo sem sentinelas. A paiN mostrou uma estratégia fechada em abates e ataques, deixando pouco espaço para a Koo Tiger pensar. Enquanto a Koo Tiguer fazia o primeiro Dragão, a paiN foi pressionando a rota do meio. Os brasileiros deram o ritmo para o jogo e a Koo Tigers teve que ir acompanhando, rodando pelo mapa e deixando os jogadores do meio mais focados em conseguir ouro. Aos 12 minutos, a Koo tinha uma vantagem de visão no mapa, por ter a campeã Ash.

PaiN fez otimo inicio de partida, mas deixar o jogador Mylon solto no jogo não foi a melhor estratégia. Aos 14 minutos, a Koo Tigers faz 3 abates sobre a paiN, e aproveitou para fazer mais uma torre, abrindo uma vantagem de 4 sobre 2 torres e quase 3 mil em ouro. Primeiro bonus de dragão aos 15 minutos pra paiN manteve ela viva na partida, apesar de ter perdido toda vantagem.

A Koo Tigers seguiu aproveitando cada brecha, fazendo 3 abates aos 17 minutos e acelerando a partida. Se fortalecendo na partida, os coreanos foram crescendo e abrindo uma boa vantagem sobre os brasileiros, dando pouquíssimo espaço para eles no jogo. Virando nos contadores e abrindo uma vantagem, a Koo foi impondo seu estilo de jogo abrindo aos 23 minutos uma vantagem de 6 mil de jogo e o triplo em abates. O fator de mudança ficou nas mãos do campeão Azir de Kami, que precisava segurar a partida por mais uns 15 minutos para poder chegar em um estágio mais avançado da partida. Com um Ace aos 25 minutos, eles iniciam o Barão e ficam muito a frente no jogo. Com a óbvia superioridade em jogo dos sul-coreanos, os brasileiros não desistiram e tentaram até o fim. Não deu, e a KOO Tigers levou o jogo.

None

Veja como foram as outras partidas:

Fnatic x IG

Apesar da Invictus Gaming ter escolhido uma composição mais forte, o jogo não foi bom para os chineses. A Fnatic conseguiu a primeira morte, mostrando sua força. Além disso, os europeus conseguiram demonstrar uma qualidade de jogo ao assegurar a 1ª Torre, além do 1º Dragão. Após analisar o jogo, a IG se rendeu, deixando a vitória para a Fnatic. 

C9 x AHQ

AHQ montou ótimas escolhas e isso influenciou na primeira morte da equipe, levada aos 8 minutos em cima da Cloud 9. Mesmo assim, a C9 saiu na frente, conquistando a primeira Torre e o primeiro Dragão, dando bastante trabalho para durante o jogo. Aproveitando cada passo da partida, os norte-americanos conquistaram torres e dragões, fechando o jogo aos 30 minutos. Os jogadores de Taiwan não reagiram e a C9 levou o jogo. 

SKT1 x H2K

Com certeza esse foi um dos confrontos mais esperados do dia, com Faker (SKT) contra Ryu (H2K) no mid. A primeira morte saiu para a SKT, em um jogo muito disputado, com um show de inversões e disputas. Enquanto a SKT fazia o primeiro dragão, H2K ficava com a primeira torre. A H2K surpreendeu com confrontos à altura e ficando a frente dos contadores, causando bastante expectativa para o final da partida, uma vez que o jogo foi o que teve um ritmo mais lento. Na partida, Ryu se mostrou mais agressivo, mas não impediu o Ace da SKT aos 23 minutos, mostrando toda maestria de estratégia do time de Faker. Aos 26 minutos a SKT dispara nos contadores, indo para cima da H2K e finalizando o jogo aos 30 minutos.

EDG x BKT

A expectativa para este jogo se concretizou com a EDG mostrando uma superioridade absurda aos 5 minutos de partida. Num jogo que começou rápido pra EDG, nos primeiros minutos a BKT já era dada como perdedora. Aos 14 minutos eles haviam limpado metade do mapa, com uma vantagem de 6 Torres e 10 mil em ouro, o que dava pouca margem para qualquer reação da BKT, que se mostrou um time bastante vulnerável à pressão da EDG. Aos 19 minutos a expectativa da segunda rendição do dia apareceu e a própria platéia já comemorava a vitória. A BKT se rendeu após os 20 minutos de um jogo que foi conquistado pela EDG logo no começo em uma luta que aumentou muito a vantagem dos campeões.

CLG x FW

No segundo jogo mais importante para os brasileiros, por serem equipes do mesmo grupo que a paiN, a expectativa era da FW iria mostrar a mesma agressividade dos campeonatos recentes. A CLG veio com uma composição focando em muita visão, o que favorecia as inversões. A CLG começou mais agressiva, buscando finalizar logo a partida como nos demais jogos do dia. Já a agressividade de FW pareceu deslocada em relação aos campeões escolhidos. O primeiro abate saiu para a FW, que também fez o 1º Dragão do jogo. O jogo seguiu meio morno e aos 15 minutos continuava bem equilibrado entre os times, com leve vantagem da CLG e nenhuma das equipes forçando lutas, o que ia favorecendo a FW. Com 25 minutos, os dois times se mostravam acomodados e comedidos, prometendo uma longa partida mais acirrada no final, com campeões como Tristana que fica bem forte ao longo do jogo. Com a primeira pausa do dia pedida pela FW, o jogo prometia ser o jogo mais longo. A CLG fez seu primeiro abate aos 28 minutos no esperado team fight entre os dois, que aconteceu como todo o jogo de forma suave. Um abate duplo aos 32 minutos animou a torcida, impulsionando a CLG para fazer o primeiro barão do time, mas daí pra frente os erros da FW favoreceram a virada da CLG, que saiu vitoriosa.

Leia mais sobre League of Legends