Apesar dos rumores sobre a morte do Lockhart, a próxima geração de consoles da Microsoft ainda pode contar com dois dispositivos Xbox – o segundo deles, no entanto, deverá ser focado apenas em streaming.

A informação vem de Brad Sams, editor executivo do Thurrott, site conhecido pelos vazamentos acertados sobre a Microsoft.

Segundo Sams, o dispositivo ainda está em desenvolvimento e teria como objetivo ajudar na reprodução de jogos via streaming com configurações mínimas de hardware, focadas em entregar um experiência ainda mais fluida para o serviço de nuvem xCloud.

O dispositivo não seria obrigatório para a reprodução de jogos através do xCloud, mas auxiliaria com o processamento local de alguns elementos de gameplay, garantindo uma latência e lag ainda mais baixos para jogos em nuvem.

De acordo com Sams, o console teria uma capacidade mínima de processamento, capaz de fazer, por exemplo, com que o personagem do jogador se "movimente por um espaço virtual". Ele não seria capaz, no entanto, de processar elementos gráficos como NPCs, objetos virtuais ou cenários – tudo isso ainda ficaria por conta da nuvem da Microsoft.

O console também poderia ser uma forma de simplificar de conectar televisores ao xCloud – a exemplo de um Chromecast –, o que tornaria a experiência de acessar o serviço de streaming da Microsoft ainda mais fácil para usuários que não tenham TVs compatíveis.

Por conta das configurações simplificadas, o console seria significativamente mais barato do que o Xbox Scarlett em si, mas serviria para atender o nicho daqueles jogadores que não querem investir em um hardware poderoso de próxima geração, mas ainda gostariam de uma experiência melhor de streaming.

A Microsoft, vale lembrar, ainda não confirmou nenhuma informação sobre a existência ou sobre planos de lançar um console de nuvem, por isso ainda não há garantias de que o produto realmente chegará ao mercado.