Ubisoft

Ordem cronológica de Assassin's Creed

Por Diego Lima

A franquia Assassin's Creed abordou diferentes períodos históricos ao longo dos anos. Altair, Ezio, Connor e todos os outros personagens viveram em épocas bem diferentes que pudemos visitar em cada jogo.

Ubisoft

Nesta lista, o The Enemy traz a ordem cronológica histórica dos jogos principais da franquia da Ubisoft. Aliás, só de olhar para a quantidade de jogos, bate um certo desespero de imaginar quão longa seria uma maratona de Assassin's Creed. Vamos lá!

Ubisoft

ASSASSIN'S CREED ODYSSEY (431 A 422 A.C.)

Situado na Grécia Antiga, Odyssey é o jogo mais "antigo" da franquia em termos de cronologia. A aventura de Kassandra (ou Alexios) é extensa e cobre muitos anos, então, se prepare para uma verdadeira odisseia.

Ubisoft

ASSASSIN'S CREED ORIGINS
(49 A 44 A.C.)

Alguns séculos depois de Odyssey, jogadores puderam acompanhar a história de Bayek no Egito Antigo. Aqui, a ordem dos Assassinos é bem mais importante do que no jogo anterior, como o título indica.

Ubisoft

ASSASSIN'S CREED MIRAGE
(861 A 870)

Assassin's Creed Mirage revela a origem de Basim, ambientada na Bagdá do século IX, durante a idade de ouro islâmica. Sendo assim, a jornada começa antes da história de Eivor, protagonista de Valhalla.

Ubisoft

ASSASSIN'S cREED VALHALLA
(872 A 878)

Muito próxima à história de Basim, jogadores também puderam acompanhar a jornada de Eivor, o/a viking do século IX que é o protagonista de Valhalla — um jogo obrigatório para quem gosta de histórias com vikings.

Ubisoft

ASSASSIN'S CREED
(1191)

O primeiro Assassin's Creed é situado durante a Terceira Cruzada e foi o jogo que deu início à franquia inteira. O protagonista era Altaïr Ibn-La'Ahad, um mestre assassino que se tornaria uma lenda.

Ubisoft

ASSASSIN'S CREED II
(1476 A 1499)

Finalmente, chegamos à Itália Renascentista. Ao todo, foram dois jogos situados nesse período, ambos protagonizados pelo icônico Ezio Auditore da Firenze. Provavelmente, o personagem mais popular de toda a série.

Ubisoft

assassin's creed: brotherhood
(1499 a 1507)

Brotherhood foi o segundo jogo protagonizado por Ezio e trazia todo um sistema de recrutar e liderar assassinos encontrados pelo mapa. Um dos favoritos de muitos fãs (e o favorito do autor deste texto).

Ubisoft

assassin's creed: revelations
(1511 a 1512)

Revelations é o último jogo protagonizado por Ezio Auditore e leva os jogadores à Constantinopla do século XVI. No caso, tanto Ezio quanto o lendário Altaïr são personagens jogáveis.

Ubisoft

ASSASSIN'S CREED:
BLACK FLAG
(1715 A 1722) 

Black Flag começa em 1715, quando piratas estabelecem uma república sem lei no Caribe e dominam a terra e os mares. O protagonista é Edward Kenway, um pirata que se torna um assassino quase que por acidente.

Ubisoft

assassin's creed rogue
(1752 a 1760)

Rogue é um jogo bem diferente dos demais desta lista. Afinal, nele, jogadores controlam um cavaleiro templário em vez de um assassino — no caso, um homem chamado Shay Cormac. O jogo é situado, assim como Assassin's Creed III, na América Colonial, durante a Guerra dos Sete Anos.

Ubisoft

assassin's Creed iii
(1754 a 1783)

Pela perspectiva de um nativo-americano chamado Ratonhnhaké:ton, jogadores também exploram a América Colonial em Assassin's Creed III. Inclusive, uma das maiores surpresas de toda a série acontece logo nas primeiras horas do game.

Ubisoft

assassin's creed unity
(1789 a 1794)

Obviamente, a Ubisoft não poderia deixar de lançar um Assassin's Creed situado na Revolução Francesa. Protagonizado por Arno Dorian, Unity se tornou mais conhecido pelos piores motivos possíveis, mas há quem diga que a experiência de jogo melhorou muito com os anos.

Ubisoft

ASSASIN'S CREED SYNDICATE
(1868)

O jogo que mais se aproxima dos tempos atuais em toda a série Assassin's Creed é o tão frequentemente esquecido Syndicate. Esse game é situado na segunda Revolução Industrial, na Inglaterra, e é protagonizado pelos gêmeos Jacob Frye e Evie Frye.

Ubisoft

Aceita mais Assassin’s Creed? Conheça essa emocionante homenagem a um gato da vida real escondida em Assassin’s Creed Mirage.
fofura a seguir

Ubisoft