A Sony Corp. irá fechar uma fábrica de smartphones na região de Pequim, na China, confirmou um porta-voz da empresa à agência de notícias Reuters nesta quinta-feira (28).

A produção deverá ser encerrada até o final deste mês. O número de trabalhadores que serão impactados pelo corte, no entanto, não foi revelado. Com o fechamento da fábrica na China, a Sony deve manter apenas uma operação na Tailândia para a fabricação de smartphones, além de contratos pontuais com outras fabricantes.

Segundo a publicação, o encerramento das atividades da planta é uma tentativa da fabricante de cortar custos na sua produção, na tentativa de tornar a divisão de smartphones lucrativa a partir do próximo ano fiscal.

Apesar da marca forte, a Sony tem sofrido há anos no mercado de smartphones. Segundo o relatório financeir da companhia, a divisão perdeu um total de US$ 863 milhões no ano fiscal que se encerra neste mês.

Mesmo com as perdas, a empresa deve manter a divisão de smartphones ativa, na aposta que o setor será importante com a chegada da quinta geração de redes de telecomunicações móveis (5G). A expectativa é de virar lucros a partir de abril de 2020 com o avanço esperado para o 5G neste ano.