O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Jogos Paraolímpicos de Tóquio revelou que está próximo de cumprir com sua meta de reciclagem para que as medalhas olímpicas de 2020 sejam fabricadas com lixo eletrônico.

Segundo o comitê, a iniciativa iniciada há dois anos teve um "enorme apoio" por parte do público e de empresas do Japão, além de atletas japoneses e internacionais, o que garantiu a coleta de 47 toneladas de lixo eletrônico.

Com a coleta, o comitê já conseguiu todo o bronze necessário para medalhas de bronze, além de 93,7% do necessário em ouro e 85,4% da prata.

Apesar da quantidade de ouro e prata coletada não ter batido a meta, o comitê afirmou que oo montante será suficiente para atingir a meta.

O programa de reciclagem terminará em 31 de março e o design das medalhas será apresentado em meados deste ano.