Murthy Renduchintala, responsável pela divisão de hardware da Intel, deixará o cargo oficialmente no dia 03 de agosto.

A remoção de Renduchintala é parte de uma reorganização interna da fabricante que vem na rasteira do anúncio de que seus chips em 7nm só deverão chegar ao mercado a partir de 2022.

Com a mudança, a unidade de tecnologia da Intel, apelidada de Technology, Systems Architecture and Client Group (TSCG), será dividida em cinco equipes diferentes – desenvolvimento de tecnologia, fabricação, engenharia de design, arquitetura, e gerenciamento da supply chain.

Todos os líderes das novas divisões reportarão diretamente para Bob Swan, CEO da Intel.

"Estou ansioso para trabalhar diretamente com esses líderes de tecnologia talentosos e experientes, cada um deles comprometido em impulsionar a Intel neste período de execução crítica", afirmou Swan em um comunicado divulgado nesta terça-feira (28).

Também quero agradecer Murthy por sua liderança e por ajudar a Intel a transformar nossa plataforma tecnológica. Temos o portfólio mais diversificado de produtos de liderança de nossa história e, como resultado de nossos seis pilares de estratégia de inovação e desagregação, muito mais flexibilidade na maneira como construímos e entregamos esses produtos para nossos clientes”.

Ann Kelleher, veterana da empresa, será a líder do desenvolvimento das tecnologias para processos de 7nm e 5nm.

Antes de se juntar à Intel em 2016, Renduchintala foi vice-presidente da Qualcomm, e participou do conselho da Accenture.