Aos olhos da Microsoft, o Google Stadia possui infrastrutura para o mercado de jogos e uma comunidade forte no YouTube, mas ainda lhe falta conteúdo.

O autor da frase foi o chefe do escritório de marketing da Microsoft para Xbox, Mike Nichols, em uma entrevista para o Telegraph (via WCCF Tech).

Na ocasião, ele apontou como a plataforma é poderosa com suas 7,500 locações de nós de rede (resumidamente: um termo para a interface criada com outra rede, mas com protocolos diferentes).

Em contrapartida, para Nichols, ainda faltam mais "laços" com desenvolvedores e distribuidores de games para que o Google Stadia consiga "entregar aos fãs o que eles esperam".

Vale lembrar que Phil Harrison, executivo da Google e responsável pelo projeto Stadia, havia dito recentemente que a plataforma recebeu bastante suporte da comunidade de desenvolvedores até o momento.

Ele também disse que os jogadores terão de esperar por mais detalhes sobre o conteúdo que será disponibilizado para o serviço ainda neste ano.

Nichols também reiterou que apesar da capacidade do Project xCloud, a qualidade da experiência que os usuários terão com consoles ou PCs ainda será superior se comparada com seu próprio serviço baseado em nuvem.

"Você não vai precisar de um dispositivo ao longo do tempo, mas terá a melhor experiência com poder de processamento local", afirmou Nichols.