Pouco após o anúncio de Sekiro: Shadows Die Twice na E3 2018, a From Software deixou claro que, ao contrário de Dark Souls e Bloodborne, o novo jogo do estúdio não teria um componente multiplayer online.

Agora, no especial sobre o game da revista Game Informer, a From procurou explicar um pouco mais sobre a decisão, assim como suas vantagens em potencial.

Como a matéria indica, jogadores não precisarão se preocupar com invasões durante momentos tensos, e chefes podem ser mais focados em uma experiência singleplayer. Além disso, há a inclusão bem-vinda de um botão de pausa, e os ambientes ganham um elemento diferenciado.

“Ao criar estes espaços de jogo, não precisamos levar em consideração como jogadores vão operar uns com os outros nestes mapas, ou como eles podem tomar vantagem deste ambiente ao cooperar ou coisa do tipo”, explicou Yasuhiro Kitao, gerente de marketing e comunicações da From. “Então isto nos permite, de novo, nos focar na experiência do jogador, e realmente capitalizar na falta de restrições que vem com a criação de um jogo multiplayer, e deixar nossa imaginação voar com este lugares.”

Kitao, porém, deixou claro que isso não quer dizer que o estúdio tenha abandonado o conceito de jogos com elementos multiplayer.

“É claro, nós da From adoramos estes elementos online”, declarou. “Adoramos criar nossos próprios personagens tanto quanto o resto das pessoas. Esperamos que jogadores estejam ansiosos para algo no futuro em que possamos voltar para isso, mas por enquanto, Sekiro é bem uma coisa própria.”

Sekiro: Shadows Die Twice sai em 22 de março para PC, PS4 e Xbox One.