Ingress, o primeiro jogo da Niantic, o estúdio de Pokémon GO, vai ganhar um anime na Netflix. A informação foi divulgada pelo CEO do estúdio californiano, John Hanke, à Variety.

O jogo utiliza o mesmo conceito do game, de abertura de portais ao redor do mundo. Entretanto, a animação mostrará que estes portais vazam um material exótico capaz de dar poder às pessoas. A dupla de protagonistas, Makoto e Sarah, é afetada pelos portais: o rapaz consegue ver a história dos objetos ao tocá-los, e a moça vê aspectos únicos do tempo e do espaço.

A história do anime deve se entrelaçar com as campanhas que atualmente ocorrem no jogo mobile, e serão uma espécie de apresentação para a sua continuação, Ingress Prime.

A animação será produzida pelo estúdio Crafter. A equipe criativa conta com nomes como o artista de computação gráfica Yuhei Sakuragi e o diretor de arte Takeshi Honda, que fez o design de personagens do cultuado anime Evangelion. O anime e o game devem estrear em outubro.

Ingress coloca os jogadores em duas facções, para capturar portais a favor de seu time. Seu conceito de gameplay baseado em geolocalização foi uma das bases de Pokémon GO - os portais de Ingress são o equivalente às poképaradas (pokéstops), e o conceito de "dominar" portais é similar a disputa dos três times de Pokémon GO para manter domínio em ginásios.