Não é nenhum segredo que Crackdown 3 tem sofrido com um ciclo de desenvolvimento turbulento. Revelado pela primeira vez há cinco anos, o game já sofreu com múltiplos adiamentos e tem lançamento previsto agora para fevereiro de 2019.

Em entrevista ao Polygon, no entanto, Matt Booty, chefe de jogos first party da Microsoft, sugere que isso acontece por conta do desejo da empresa de colocar Crackdown 3 em pé de igualdade com séries como Halo e Gears.

Nós realmente queremos fazer jogos que tenham a oportunidade de se tornar uma franquia que pode se sentar ao lado de Halo, sentar ao lado de Gears", comentou.

Ainda segundo o executivo, o plano não é que os estúdios first party da Microsoft se tornem "fábricas de IPs" para criar sequências, mas sim possibilitem novos universos "ricos", "profundos" e expansivos.

"O que estou dizendo é que queremos que um jogo tenha o potencial de dar à luz um mundo que pode se expandir, criar personagens que possam ter várias iterações. Queremos essa profundidade e essa riqueza que poderia continuar e fazer outras coisas. Temos que nos certificar de que damos aos nossos jogos tempo suficiente para fazer isso", avaliou.

Crackdown 3 será lançado em fevereiro do ano que vem para Xbox One e PC.