Ainda não foi clean, mas o MIBR deu muito mais trabalho do que na derrota contra a BIG na estreia da Flashpoint Season 2, e garantiu sobrevivência no torneio que tem premiação total de US$ 1 milhão. Contra a Envy, apostando novamente na forte Nuke que mostraram na BLAST, o MIBR liderou a série, tomando o empate na primeira Overpass competitiva desde a volta da equipe. Na Inferno, liderados por kNg e vsm, os brasileiros passaram para a final da lower bracket.

Confira o resumo do jogo:

Envy vs MIBR
Flashpoint Season 2

Mapas: Nuke (MIBR), Overpass (Envy) e Inferno (Desempate)

Jogando em seu mapa mais forte desde a volta da equipe, o MIBR começou atacando de forma lenta no mapa que, geralmente, favorece o lado CT. No entanto, não demoraram a voltar para as costumeiras vitórias, focando principalmente o Bomb A e a passam B pela rampa. A Envy se adaptou bem e disparou na vantagem, mas nada que um bom lado CT não pudesse resolver. Intervalo em 9-6 para os europeus. Apesar de perder o forçado, o MIBR também devolveu o favor, quebrando Michu e seus companheiros, mas só foi ultrapassar os europeus no placar no 11-11. Quando conseguiram a vantagem, não abriram mão dela até o final, 12-16!

Na Overpass, o MIBR conseguiu uma vantagem legal ao ganhar o forçado e quebrar a economia da Envy, abrindo 1-3 no placar. O problema foi o 7-1 que se seguiu, com os europeus forçando trocas logo cedo e apostando na AWP de Nifty para conseguir boas coberturas nas invasões, mas o MIBR conseguiu rounds importantes para não deixar os adversários avançarem no placar. De TR, a vantagem mínima logo foi empatada pelos brasileiros, rodando pelo mapa e jogando com paciência e muita bala para dominar os bombs. O jogo permaneceu equilibrado até a Envy se descolar no placar e forçar o tudo ou nada do MIBR, que até empatou novamente em 14-14, mas perdeu os dois rounds armados e ficou para trás. 16-14 na primeira Overpass competitiva desta equipe.

A maioria das equipes prefere começar do lado TR na Inferno, e foi exatamente o lado starter da ENVY. Os europeus estavam prontos para um mapa que já havia sido jogado pelos brasileiros, mas encontraram uma muralha nos primeiros rounds, descontando apenas após conseguir uma boa economia e deixando a série em aberto no 7-8. Ainda assim, o MIBR não se acanhou, e de TR mostraram agressividade para controlar o meio e invadirem o Bomb A, dominando os bombs e tendo um after-plant consistente para garantir três explosões e expandir a vantagem. Com kNg e vsm inspirados, os brasileiros droparam apenas dois rounds a caminho da vitória por 9-16.

O MIBR volta a campo apenas na semana que vem, na final da Lower Bracket da Flashpoint Season 2. Confira a agenda:

Quinta-feira, 19/11
13h - forZe vs mibr (Md3)